TENTATIVA DE FEMINICÍDIO

PM que atirou em mulher é afastado das atividades ostensivas e tem arma apreendida

A vítima é ex-companheira do policial. O crime ocorreu no bairro Três Andares, zona Sul de Teresina


Cabo Zilmar e a ex-companheira Jocilene

Cabo Zilmar e a ex-companheira Jocilene Foto:

O cabo Zilmar Miranda da Silva, lotado no 1º Batalhão da Polícia Militar, foi afastado das atividades ostensivas da PM e teve a arma funcional apreendida após tentar matar a ex-companheira Jocilene da Silva Santos no dia 30 de dezembro de 2019 no bairro Três Andares, zona Sul de Teresina. A informação é do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho, em entrevista ao Cidadeverde.com.

De acordo com Lindomar Castilho, o cabo Zilmar se apresentou espontaneamente ao Quartel do Comando Geral (QCG) e a Corregedoria da Polícia Militar, na quarta-feira (1º). Ele foi acompanhado de um advogado e está sendo investigado pelo crime na Delegacia de Feminicídio, além de responder processo administrativo na Corregedoria da PM.

O crime ocorreu dentro da casa da vítima, quando o policial atirou na ex-namorada. Jocilene foi socorrida e levada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Agora ela se recupera em casa.

Ainda segundo o comandante, até o momento não chegou nenhum mandado de prisão contra o cabo. O cabo Zilmar poderá exercer atividades administrativas no 1º BPM até a conclusão dos processos da Corregedoria e/ou da Delegacia de Feminicídio.

Fonte: Com informações do Cidadeverde.com

Próxima notícia

Dê sua opinião: