CORRUPÇÃO

Prefeito de Bertolínia, pai, mãe e esposa são presos por desvio de dinheiro público

Além da família, mais cinco pessoas foram presas. Todas são suspeitas de fazer parte de uma quadrilha que desvia dinheiro público


Prefeito de Bertolínia, Luciano Fonseca

Prefeito de Bertolínia, Luciano Fonseca Foto: Arquivo pessoal

Luciano Fonseca, prefeito do município de Bertolínia, a 396 km de Teresina, foi preso na manhã desta terça-feira (03) durante a 'Operação Bacuri', deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repreensão ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público Estadual.  Foram cumpridos nove mandados de prisão preventiva e temporária, além de busca e apreensão nos municípios de Bertolínia, Sebastião Leal e Teresina.

Segundo o Gaeco, os investigados fazem parte de um esquema de desvio de dinheiro público por meio de empresas fantasmas, fraude em licitação, lavagem de dinheiro. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos endereços do ex-prefeito de Sebastião Leal, José Jeconias e de empresas envolvidas no esquema.

Os policiais também cumpriram mandados de prisão contra a esposa, a mãe e pai do prefeito, além de um procurador do município, primo do procurador e um assessor pessoal do prefeito. Veja a lista de presos no final do texto!

As investigações tiveram início quando um relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), constatou irregularidades na cidade. O Ministério Público constatou até que uma ambulância do município foi usada para pagar uma dívida pessoal de Luciano Fonseca. A ambulância foi encontrada em uma fazenda particular e levantou suspeitas.

A Justiça decretou ainda o sequestro e indisponibilidade dos bens móveis e imóveis dos investigados no valor correspondente à comprovação do desvio aos cofres públicos do município de Bertolínia, no valor de R$ 3.296.323,81 (três milhões, duzentos e noventa e seis mil, trezentos e vinte e três reais e oitenta e um centavos).

Na mesma decisão foi determinada ainda a imediata suspensão do exercício da função pública do prefeito de Bertolínia, Luciano Fonseca. A execução dos mandados contou com o apoio da Polícia Civil, incluindo a Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DECCOR), Polícia Militar, Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE) e PRF.

Lista de presos:

Luciano Fonseca (prefeito - prisão preventiva) 

Ringlasia Lino Pereira dos Santos (esposa do prefeito - prisão temporária); 

Aluízio José de Sousa (pai do prefeito - prisão temporária);

Eliane Maria Alves da Fonseca (mãe do prefeito - prisão temporária);

 Richel Sousa e Silva (primo do prefeito - prisão temporária

Max Weslen Veloso de Moraes Pires (procurador do município - prisão temporária);

 Rodrigo de Sousa Pereira (assessor do prefeito - prisão temporária); 

Ronaldo Almeida da Fonseca (comissionado - prisão temporária);

Kairon Tácio Rodrigues Veloso (primo do procurador do município - prisão temporária).

Próxima notícia

Dê sua opinião: