ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Preso no Maranhão é suspeito de estuprar 12 estudantes em Teresina

O criminoso cometeu o crime em uma escola da região da Usina Santana, na zona Sudeste da capital


Estupro

Estupro Foto: Reprodução

Um homem de iniciais J.A.R, de 32 anos, foi preso em São Luís (MA), sob suspeita de estuprar 12 estudantes em Teresina. De acordo com o delegado Odilo Sena, titular do 21º Distrito Policial, o criminoso agiu contra estudantes de uma escola da região da Usina Santana, na zona Sudeste de Teresina, entre outubro e dezembro de 2019. O homem foi preso na casa de parentes na capital maranhense.

As investigações apontam que o suspeito abordava as vítimas por meio do WhatsApp e exigia que as garotas enviassem fotos íntimas. As vítimas tinham entre 11 e 22 anos e caso elas não atendessem ao pedido do investigado, ele ameaçava estuprá-las na escola e em seguida matá-las. Dez vítimas são menores de idade e duas são jovens.

“Ele compartilhava com essas crianças imagens pornográficas e as ameaçava. Começamos a descobrir que além dos estupros e tentativa de estupro, ele também estava envolvido em outros tipos de crimes como roubo e receptação de aparelhos celulares. Ele utilizava esses celulares para se apropriar das agendas de contatos, escolher suas vítimas e conseguir informações sobre elas”, relatoi o delegado Odilo Sena.

A prisão do suspeito ocorreu através de diligências da Diretoria de Inteligência e Força Tarefa da Secretaria de Segurança do Piauí, sendo que a investigação foi conduzida pelo 21ºDP, com apoio da Polícia Civil do Maranhão. 

O preso trabalha como motorista de transporte alternativo. Ele foi transferido de São Luís para Teresina, onde vai responder estupro de vulnerável, tentativa de estupro, roubo e receptação.

Próxima notícia

Dê sua opinião: