DESENCONTRADAS

Zé do Valério apresenta várias versões para morte de universitária no Ceará

Danielle Oliveira, 20 anos, foi estuprada e morta no dia 25 de abril deste ano em Pedra Branca


Danielle Oliveira

Danielle Oliveira Foto: Reprodução/Facebook

O vaqueiro e caseiro José Pereira da Costa, o “Zé do Valério”, ouvido informalmente por policiais militares, no momento em que foi capturado na localidade Jatobá Medonho, zona rural de Buriti dos Montes, no interior do Piauí, afirmou que foi "obrigado"a matar a estudante universitária Danielle Oliveira Silva, 20 anos, no dia 25 de abril deste ano, numa estrada vicinal do povoado de São Gonçalo, no município cearense de Pedra Branca.

Num vídeo feito por um dos policiais envolvidos na caçada ao homicida, José Pereira da Costa não falava coisa com coisa, ainda na mata, onde foi localizado depois de 78 dias fugindo das polícias do Ceará e Piauí.

Num primeiro momento, Zé do Valério afirma que foi um homem - mas sem mencionar o nome - que encomendou duas mortes a ele. Depois disse que um ex-namorado da estudante tinha pago a ele para fazer o serviço.  "O senhor recebeu para matar a moça?", questiona o policial. "Recebi não", responde Zé do Valério

Já na viatura, Zé do Valério mudou a versão do homicídio. Afirmou para a pessoa que gravava o vídeo que foi a própria Danielle Oliveira que pediu para que ele a matasse. "Ela pediu duas vezes... Eu disse porque você mesmo não se mata. Ela disse que era por temer a Deus", disse Zé do Valério, afirmação que a polícia considera "invenção" da cabeça doente do assassino. 

Depois de preso, Zé do Valério foi transferido para a Delegacia de Polícia Civil de Crateús, no Ceará. 



Zé do Valério foi preso no interior do Piauí (Foto: Reprodução)


O crime
Danielle era filha de agricultores, onde Zé do Valério trabalhava como caseiro. Danielle cursava Administração e era dona de uma pequena loja em Pedra Branca. O corpo de Danielle foi encontrado em um sítio vizinho ao da família, na localidade de São Gonçalo, despida e com ferimento no olho esquerdo.

Roubo
Zé do Valério foi visto no dia 30 de abril no município de Senador Pompeu, depois de invadir uma casa pedindo comida. Ele roubou uma motocicleta da residência para fugir. Segundo populares, ele estava armado.

Outra morte
O suspeito é acusado de matar Solange Gomes, no município de Tauá, em abril de 2013. Solange era dona de um sítio e foi morta com um tiro na cabeça. Após o crime, Zé do Valério matar o esposo da vítima, que levou três tiros, mas sobreviveu.Danielle Oliveira foi estuprada e morta por Zé do Valério em Pedra Branca, no Ceará (Foto: Arquivo pessoal)

Fonte: PM-PI

Próxima notícia

Dê sua opinião: