TRÁFICO DE DROGAS

TJ mantém soltos traficantes apanhados com uma tonelada de cocaína

O desembargador Oton Lustosa, plantonista do TJ-PI, negou pedido do MP de reconsiderar o habeas corpus que colocou os suspeitos em liberdade


Maior apreensão de cocaína do Piauí

Maior apreensão de cocaína do Piauí Foto:

O Ministério Público solicitou ao Tribunal de Justiça a reconsideração do habeas corpus que colocou em liberdade Alexandro Vilela de Oliveira, André Luís de Oliveira Cajé Ferreira e Vagner Farabote Leite, integrantes da quadrilha presa em Teresina com uma tonelada de cocaína e duas aeronaves. Nesta terça-feira (31), o desembargador Oton Mário José Lustosa, plantonista do Tribunal de Justiça do Piauí, negou pedido do MP  e manteve a liberdade dos acusados. 

De acordo com a decisão do desembargador, cabia a ele apenas enviar os autos para conclusão do órgão julgador que será determinado através de sorteio. O desembargador disse  ainda que por pertencer a área cível não seria de sua competência apreciar o pedido do Ministério Público. Oton Mário determinou que os autos fossem enviados Coordenadoria Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí para conclusão.

Os suspeitos foram presos em flagrante no dia 10 de dezembro de 2019, por tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico, na posse de duas aeronaves. Na mesma ocasião, a polícia apreendeu uma tonelada de cocaína, a maior apreensão da droga no Piauí. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: