SEM PRIVILÉGIOS

Ciro Nogueira defende uma Previdência justa e sem privilégios para nenhuma categoria

"Não podemos ter pessoas se aposentado no pais com menos de 50 anos de idade", reclamou


Senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI)

Senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) Foto: Divulgação


O senador piauiense Ciro Nogueira defendeu, nesta quarta-feira (10) de votação na Câmara dos Deputados, que a reforma da Previdência a ser aprovada no Congresso Nacional seja justa e não crie ainda mais privilégios, como está sendo proposto para os militares das forças armadas e das polícias federais.

"Temos que ter uma reforma previdenciária justa. Não podemos ter pessoas se aposentado no pais com menos de 50 anos de idade. Foi uma luta do progressistas o BPC e a aposentadoria do trabalhador rural. Vamos aprovar uma reforma que poderia ser até mais dura. Temos que ter uma reforma digna e uma segurança do aposentado continuar recebendo seu salário no futuro", afirmou o presidente nacional do Progressistas, em entrevista à TV Cidade Verde.

Ciro defende que o papel do "Centrão" é ter responsabilidade de manter o mesmo discurso, antes  e depois das eleições. "Os partidos de extrema direita sempre têm um discurso antes e outro depois. O PSL mesmo votou diferente antes. O PP tem o mesmo discurso", ressaltou o senador, que está em Brasília acompanhando a votação da reforma na Câmara.

Se depender do senador, a reforma da Previdência vai estar aprovada em segundo turno ainda nesta semana. "Estou defendendo que a Câmara trabalhe até no sábado para votar em 2º turno. O pais está paralisado esperando essa reforma. Se existe a maioria consolidada que se faça o mais rápido possível", propôs.

Fonte: TV Cidade Verde

Próxima notícia

Dê sua opinião: