JÚLIO ARCOVERDE

Júlio Arcoverde diz que 2020 será de comparação entre gestão municipal e a estadual

Mas essa comparação não tem lógica; nem na política se pode comparar 1 mil com 1 milhão


Deputado estadual Júlio Arcoverde (Progressistas)

Deputado estadual Júlio Arcoverde (Progressistas) Foto: Alepi

O presidente do Partido Progressista no Piauí (PP), deputado estadual Júlio Arcoverde, comentou em entrevista na tarde desta quarta-feira (13), o embate entre o deputado Franzé Silva e o prefeito Firmino Filho e falou sobre a sucessão municipal em 2020.

Júlio ressaltou que as críticas devem ser recebidas dos dois lados, seja na prefeitura, seja no estado. “No momento político o prefeito tem que saber receber as críticas, o governador tem que saber receber, mas a educação em Teresina nos orgulha em tudo pelo reconhecimento nacional e internacional”, disse.

Para o deputado, o embate político em 2020 vai girar em torno de comparação entre o governo da capital e o estadual. Mas isso não tem lógica. Não se pode comparar quem tem a gestão de apenas um município com quem tem responsabilidade de uma gestão que chegue a todos os 224 municípios do estado.

“Eu acho que a eleição de 2020 vai ser um modelo de comparação da gestão estadual com a gestão municipal. O PT tem um excelente candidato, o deputado Fábio Novo, pessoa que conhece bem a área de cultura, tem conhecimento grande, excelente deputado, já o candidato do Firmino Filho vai defender esse projeto que o prefeito vem fazendo”, comentou.

O parlamentar defendeu a gestão tucana e disse que não dá para se questionar a gestão da Educação e Saúde na capital.

“Quem pode questionar a Educação em Teresina, quem pode questionar a Saúde, que com toda dificuldade funciona, veja quantas UBS temos aqui, o HUT funcionando, o que está sendo feito de saúde preventiva, as obras de mobilidade urbana. Na política temos que saber separar, demos apoio ao governador Wellington Dias quando muita gente achava que não, estamos dando apoio, mas temos que ser sinceros que a atual gestão do Firmino é uma das melhores dos últimos quatro anos”, avaliou.

A respeito da lista com possíveis pré-candidatos que Firmino Filho dispõe para lhe suceder nas eleições do ano que vem, Júlio disse não saber quem será o escolhido.

“A lista tinha dez nomes, eu preferia que fosse 11, porque 11 é o número do Progressistas, mas quando falei do afunilamento dessa lista, é que como o prefeito disse que em janeiro vai anunciar o candidato, com o tempo ele mesmo deve fazer uma depuração dos nomes, não sei quem vai ser, mas é alguém comprometido com a gestão atual”, considerou.

Júlio, no entanto, descartou que o candidato de Firmino possa ser João Vicente Claudino.

“Se o João for dentro do projeto do prefeito Firmino Filho temos esse compromisso de apoiar, mas acho que o candidato tem que vir pelo PSDB, JVC está em um momento de reconstrução do partido PTB e dificilmente vai sair candidato”, pontuou.

Próxima notícia

Dê sua opinião: