EX-SENADOR

É uma meta do PTB ter candidato ao Governo em 2022, diz João Vicente Claudino

O ex-senador não descartou possível aliança com o governador Wellington Dias em 2022


Ex-senador João Vicente Claudino

Ex-senador João Vicente Claudino Foto: Reprodução/ Portal Cidade Luz

O presidente do PTB no Piauí, João Vicente Claudino, durante entrevista na tarde desta terça-feira (10), afirmou que o partido tem pretensão de disputar o Palácio de Karnak em 2022, que não descarta aliança com o governador Welington Dias no pleito estadual e falou ainda das estratégias para a sucessão municipal em Teresina do próximo ano.

João Vicente informou que atualmente o PTB conta com 15 prefeitos e que, se o partido se sair bem nas eleições municipais de 2020, pode disputar o Governo do Estado em 2022.

“Nós hoje temos 15 prefeitos no Piauí e a meta é dobrarmos esse total. Se o PTB sair forte como estamos planejando para 2020 e ter essa reconstrução efetiva, ele se credencia a ter nomes e quadros para a disputa de 2022”, disse.

Segundo o ex-senador, o PTB nacional tem como objetivo lançar candidato à presidência em 2022, o que força a sigla no Piauí a seguir e lançar candidato ao governo.

“É uma meta até do PTB nacional ter candidato a presidente em 2022, então o PTB quer que nos estados se façam palanques, pois se vai ter candidato a presidente tem que ter palanques dentro dos estados. Meu nome é um caminho natural, mas nesse rol estão surgindo várias lideranças dentro do PTB”, avisou.

Caso o PTB venha mesmo a disputar o Governo do Estado em 2022, João Vicente não descarta a possibilidade de aliança com o governador Wellington Dias.

“O PTB construiu essa aliança com o Wellington Dias na campanha passada, nós hoje como presidente consolidamos esse entendimento e vamos caminhar, pois é o caminho que agrada a maioria dentro do PTB”, considerou.

ESTRATÉGIA MUNICIPAL

A respeito das estratégias para a sucessão municipal em Teresina, João Vicente conta que será avaliada possibilidade de o PTB lançar candidatura majoritária e que o partido pretende eleger três vereadores.

“Não é uma tendência descartada ter candidato a prefeito em Teresina. Estamos trabalhando para eleger pelo menos três candidatos”, garantiu.

O presidente estadual do PTB, contudo, disse que tem sido ‘tortuosa’’ a formação da chapa proporcional para a legenda.

Procuramos agora na reconstrução do PTB talvez o caminho mais tortuoso, que às vezes o mais prático é buscar lideranças formadas, políticos já com mandatos, mas nós buscamos fazer diferente, estamos construindo uma chapa para disputa de eleição municipal de Teresina, onde a maioria são pessoas que, ou já foram cabos eleitorais de candidatos eleitos, ou tinham vontade de disputar eleição e nunca foram estimuladas a isso, ou candidatos que hoje são suplentes”, revelou.

Próxima notícia

Dê sua opinião: