CONSÓRCIO

Governadores isolam Bolsonaro e vão em busca de investimentos no exterior

Os nove governadores do Nordeste estão reunidos em Teresina


Governadores e outras autoridades reunidas em Teresina

Governadores e outras autoridades reunidas em Teresina Foto: Luiz Brandão

O Consórcio dos Governos do Nordeste, presidido pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT) anunciou nesta quarta-feira (21), viagem internacional visando atrair investimentos para a região. O anúncio foi feito durante o encontro dos nove governadores do Nordeste, sediado no Blue Tree Hotel, em Teresina.

De acordo com Rui Costa para organização da viagem já foram realizados contato e reuniões com as embaixadas da França, Itália, Alemanha e Espanha. A viagem deve acontecer na segunda quinzena de novembro. 

"Estamos trabalhando uma viagem conjunta à Europa com representantes dos nove Estados para apresentar em quatro países oportunidades de negócios e parcerias em várias áreas de interesse privado e público", disse Rui.

O governador da Bahia ressaltou o impacto positivo que a viagem conjunta pode causar. "Nosso mercado tem um potencial de compra que representa a força do Nordeste traduzida em 55 milhões de brasileiros, ou seja, 55 milhões de consumidores", reiterou. 

A abertura do encontro ficou por conta do governador Wellington Dias. Dos nove, sete governadores marcam presença no evento: Rui Costa, da Bahia; Camilo Santana, do Ceará; João Azevedo, da Paraíba; Fátima Bezerra, do Rio Grande do Norte; Belivaldo Chagas, de Sergipe. Alagoas e Pernambuco estão representados por seus vice, Luciano Barbosa e Luciana Santos, respectivamente.

O secretário de Governo do Piauí, Osmar Júnior com o governador Flávio Dino

FLÁVIO DINO - Flávio Dino, governador do Maranhão, chegou com o evento já  iniciado, mas disse, ao chegar, que o "Consórcio Nordeste traz políticas de desenvolvimento para todos os estados da região e o Piauí tem um papel muito importante. Nós já partilhamos uma série de serviços públicos de suma importância para os dois estados. O Nordeste unido é fundamental para que o Brasil retome seu desenvolvimento".

Próxima notícia

Dê sua opinião: