ELEIÇÃO

Júlio Arcoverde é eleito vice-presidente da Assembleia Legislativa por unanimidade

Assembleia demonstrou que é uma casa de entendimentos, disse o deputado após ser eleito vice-presidente da Alepi


Deputado estadual Júlio Arcoverde (Progressistas)

Deputado estadual Júlio Arcoverde (Progressistas) Foto: Alepi

Dos 26 deputados presentes no plenário da Assembleia Legislativa do Piauí nesta terça-feira (04), todos votaram a favor  da condução de Júlio Arcoverde ao cargo de vice-presidente da Casa. Apenas Henrique Pires, Fábio Xavier, Belê Medeiros não votaram, pois estavam em viagem. O líder do Governo na Alepi, deputado Limma chegou ao plenário dez minutos após o término da votação e também não votou.

Eleito, Júlio disse à imprensa que a votação obtida foi além do que ele esperava.

"Foi até melhor [do que o que eu esperava], era uma candidatura de consenso, mas dos 26 presentes eu tive os 26 votos, é uma responsabilidade que aumenta cada vez mais. Primeiro eu substituí uma pessoa da história do Fernando Monteiro, segundo  ter essa votação por unamidade dos parlamentares presentes me deixa muito gratificado, mas também com uma responsabilidade muito grande de trabalhar junto com os colegas, o presidente Themistocles [Filho] e com a mesa diretora para que a gente possa, principalmente nesse que é um ano eleitoral, fazer com que essa casa trabalhe os projetos legislativos, os projetos do governo e que todos estejam presentes aqui e ainda consigam estar  com suas bases eleitorais por conta das eleições municipais", avaliou.

A eleição para vice-presidente da Alepi sela de vez uma parceria entre o PP e o partido do presidente da Casa Legislativa, o MDB.

"Sela aliança com o MDB, foi uma parceria que a gente fez no passado, esse acordo já existiu na eleição do deputado Fernando Monteiro, que foi indicado pelo Progressistas e a Casa entendeu que a vaga seria de um deputado progressista [após seu falecimento], assim entendeu e deu essa votação por unanimidade no plenário", comentou.

Sobre a formação das comissões técnicas, Júlio Arcoverde explicou que as negociações iniciam amanhã (05).

"Nós vamos conversar, a Assembleia hoje deu uma demonstração que é uma casa de entendimentos e tenho certeza que a partir de amanhã a gente começa a discutir as principais comissões, presidências e relatórios para que a gente possa indicar os presidentes daquelas bancadas maiores aqui da casa", concluiu.

Próxima notícia

Dê sua opinião: