ELEIÇÕES

“PT tem candidato e não tem mais discussão”, dispara Fábio Novo

Pré-candidato do PT em Teresina afirmou ainda ter o apoio do governador Wellington Dias, maior liderança do partido no Piauí


Fábio Novo foi ovacionado durante evento do diretório estadual do PT em Teresina

Fábio Novo foi ovacionado durante evento do diretório estadual do PT em Teresina Foto: Divulgação

O deputado estadual licenciado, Fábio Novo, voltou a reafirmar sua pré-candidatura na disputa pela prefeitura de Teresina nas eleições deste ano. O petista informou que tem o apoio do governador Wellington Dias e negou a possibilidade de compor uma aliança sendo vice de Fábio Abreu (PL) durante entrevista realizada nesta terça-feira (14).

“Vamos matar essa conversa agora, o PT tem candidato e não tem mais discussão, só tem uma possibilidade de o PT não ter candidato que é se o Fábio Novo desistir, eu não vou desistir, quem passou o que eu passei no PT não tem o direito de desistir”, enfatizou.

Fábio Novo conta que o trabalho que teve para unificar o Partido dos Trabalhadores em torno de seu nome na disputa pelo Palácio da Cidade lhe dá responsabilidade tal que é impossível voltar atrás.

“Nós tínhamos uma situação onde o PT não conseguia dialogar há muito tempo e hoje está unificado, então tenho uma responsabilidade muito grande. Se o PT unificou não tem que ter discussão. Lá atrás, no início da discussão, o PT tinha 20 nomes como candidatos a vereador, hoje está com a chapa quase fechada depois que nosso nome foi colocado. Como vou desistir se sou o pré-candidato que mais cresce nas pesquisas”, questiona.

CHAPA

O pré-candidato do PT manifestou interesse em ter uma mulher na sua chapa este ano e ressaltou a nova composição do governo Espanhol como um grande avanço para a representatividade e presença feminina na política.

"Gostaria que a chapa tivesse uma mulher. Hoje tomou posse o novo governo espanhol, metade do ministério são ministras, acho isso um avanço extraordinário, nós temos 52% da população brasileira de mulheres, então vejo que no PC do B, por exemplo, tem mulheres muito boas para compor a chapa", disse.

APOIO DE WD

Questionado sobre o apoio do governador Wellington Dias à sua pré-candidatura, Novo foi categórico.

“Para mim ele disse [que apoia a pré-candidatura do PT], publicamente ele esteve quando o partido fechou a situação, não acredito que vá mudar de posição, até porque conheço o Wellington há mais de 20 anos”, afirmou.

PRÉ-CAMPANHA

"O momento agora é de conversar com a sociedade, estamos numa pré-campanha. No primeiro turno quero ter o direito de andar em Teresina, apresentar uma proposta para a cidade, já estou fazendo isso, já estou ouvindo as pessoas e a mim me impressiona a receptividade que tenho recebido", pontuou.

Próxima notícia

Dê sua opinião: