LEGISLAÇÃO

Lei municipal prevê campanha de prevenção contra depressão na infância e adolescência

De acordo com a Associação Brasileira de Psicanálise, cerca de 10% dos adolescentes do país sofrem com a depressão.


Vereador Edilberto Borges, o Dudu (PT)

Vereador Edilberto Borges, o Dudu (PT) Foto: Assessoria parlamentar

Uma importante bandeira defendida pelo vereador Dudu (PT) tem sido o desenvolvimento de leis que possam contribuir com a saúde mental da população. A depressão, por exemplo, tem sido apontada pelos indicadores de saúde com o “mal do século XXI”, no qual vem acometendo crianças, jovens e adultos em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é uma doença que atinge atualmente mais de 11 milhões de brasileiros.  

Nessa perspectiva, o vereador Dudu é autor da lei 5.132 que institui a Campanha Permanente de Conscientização e Prevenção da Depressão Infantil e na Adolescência no âmbito das escolas do município de Teresina. “A iniciativa tem o propósito de dialogar com nossas crianças o mais precoce possível sobre esse grande mal que é a depressão. Precisamos discutir e disseminar conhecimento em sala de aula para que os sintomas possam ser identificados o mais cedo possível e tratar a doença”, disse Dudu.

De acordo com a Associação Brasileira de Psicanálise, aproximadamente 10% dos adolescentes do país sofrem com a depressão. Entre os principais sintomas temos: a perda da autoestima, tristeza, ansiedade, sentimento de solidão e pessimismo em pessoas de diferentes classes sociais e idades. Em decorrência da doença, crianças e adolescentes tendem a apresentar considerável queda no rendimento escolar, uma vez que um dos principais sintomas da doença é a alteração da forma e velocidade de raciocínio. 

 “Necessitamos estar vigilantes à saúde da nossa juventude. Por isso, precisamos promover a disseminação de informações e dialogar com o objetivo de evitar que nossas crianças sofram com essa doença. Não podemos deixar de dialogar com nossos filhos desde cedo e em especial sempre buscar a ajuda de profissionais especializado para realizar o tratamento mais adequado”, ressalta o vereador Dudu. 

 

Fonte: Ascom Douglas

Próxima notícia

Dê sua opinião: