SEM DIFICULDADE

Marcelo Castro crê que reforma da Previdência passa com folga no Senado

Retirada dos trabalhadores rurais e do Benefício de Prestação Continuada facilitou aprovação


O senador Marcelo Castro

O senador Marcelo Castro Foto: Agência Câmara

O senador Marcelo Castro (MDB-PI) acredita que a reforma da Previdência, que avança na Câmara e deve chegar ao senado até a semana que vem, não vai demorar para ser uma realidade. A aprovação no Senado é tida como certa pelo senador piauiense. “Acredito que chegando ao Senado será rapidamente aprovada”, previu senador, que preside o MDB no Piauí.

A retirada dos trabalhadores rurais e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) da proposta enviada ao Congresso pelo governo Bolsonaro facilitou a aprovação na Câmara dos Deputado e será um fator decisivo para que a proposta também eja aprovada sem problema no Senado porque a BPC, segundo ele, é um benefício social “E não tem nada a ver com a reforma da previdência”.

Caixa 2

Marcelo Castro e Rogério Carvalho (PT-SE) votaram contra a criminalização do “Caixa 2” na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, mas acabaram vencidos. A proposta foi aprovada por 17 votos a 2.

“Separar aquilo que é um lapso, que é uma falha, que não houve intenção deliberada de praticar aquele ato que foi um equívoco, pois somos seres humanos e cometemos equívocos, daquela caixa 2 em que há a intenção deliberada de ocultar, de praticar o caixa 2”, argumentou, sem consegui convencer ninguém, nem os colegas de CCJ. “Multa se não houve a intenção deliberada, se houve, o tratamento deve ser mais severo”, sugere.

Fonte: TV Cidade Verde

Próxima notícia

Dê sua opinião: