ALEPI

PT terá maior bancada na Assembleia com retorno de Wilson Brandão ao Governo

Deputado Wilson Brandão afirmou que participará de reunião com o governador e vai colocar condições para retornar à Secretaria


O presidente da CCJ, deputado estadual Wilson Brandão (Progressistas)

O presidente da CCJ, deputado estadual Wilson Brandão (Progressistas) Foto: Caio Bruno/Alepi

A posse de Bessah Filho e a convocação da suplente Belê Medeiros põe o Progressistas em pé de igualdade com o PT no que diz respeito ao tamanho da bancada dos dois partidos na Assembleia Legislativa e à frente de partidos como o MDB, do presidente da Casa Legislativa, Themístocles Filho. Contudo, um possível retorno de Wilson Brandão (PP) ao primeiro escalão do Governo, pode abrir vantagem para o Partido dos Trabalhadores sobre o PP.

Esta semana, Brandão informou à imprensa que irá se reunir com o governador Wellington Dias e colocar suas condições para reassumir a Secretaria de Mineração. Caso o deputado retorne ao governo, a coligação de que faz parte abre vaga para o suplente João de Deus (PT). Assim o PP, perde um deputado na Alepi enquanto o PT ganha um e passa a ter oito no total.

Os quadros do PT na Alepi atualmente são Warton Lacerda, Limma, Franzé Silva, Francisco Costa, Flora Izabel, Ziza Carvalho e Cícero Magalhães. O deputado Fábio Novo está licenciado do cargo desde que reassumiu a Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Bessah Filho, Belê Medeiros, Júlio Arcoverde (presidente estadual do PP), Paulo Firmino, Wilson Brandão, Lucy Soares e Hélio Isaías formam a atual bancada do Progressistas na Alepi.

Já o MDB conta apenas com Themístocles Filho, Pablo Santos, Severo Eulálio, João Mádison e Henrique Pires. O deputado Zé Santana está licenciado do cargo desde que reassumiu o comando da SASC.

Próxima notícia

Dê sua opinião: