HOMENAGEM

Solenidade na Câmara homenageia Mariano Marques

Além de fazer história com suas tesouras, Mariano Marques também se tornou marca na televisão


Audiência

Audiência Foto: Divulgação

Mariano chegou ao Piauí em meados da década de 1970. Veio para trabalhar no salão que Gurgel do Amaral, então o maior cabeleireiro do Nordeste, ia abrir em Teresina.

“Já trabalhava com ele em Fortaleza. Minha família não queria que eu viesse de jeito nenhum, mas vim. Pretensiosíssimo!”, conta.  

Em menos de um ano, o menino que penteava tão bem ganhou fama. “Fiz um desfile para uma loja de joias e o Piauí parou, porque eu fiz os cabelos todos com joias. Aquilo ali me deu muita notoriedade”, lembra. “Vim para ficar uma semana. Já vai fazer 40 anos”.

Além de fazer história com suas tesouras, Mariano Marques também se tornou marca na televisão. O convite para o primeiro programa, há 23 anos, não foi recebido com tanta alegria.  A jornalista e escritora Dina Magalhães o convidou para fazer um quadro na TV em seu programa e posteriormente ele foi convidado a ter o seu próprio programa.

Fonte: Dina Magalhães

Próxima notícia

Dê sua opinião: