ANUÁRIO 2019

Wellington Dias comemora redução de 47,74% no número de homicídios em Teresina

O Anuário 2019 aponta que o número de mortes violentas intencionais (MVIs) caiu 19,84% comparado a 2014


Governador Wellington Dias comemora redução de homicídios em Teresina

Governador Wellington Dias comemora redução de homicídios em Teresina Foto: Print do vídeo

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-PI) divulgou nesta segunda-feira (13), os dados do Relatório de Criminalidade.  O Anuário 2019 aponta que o número de mortes violentas intencionais (MVIs) no Piauí caiu 19,84% comparado a 2014, e -5,14% comparado a 2018. Já o percentual de mortes violentas no interior do Estado é 16,77% maior que em 2018. 

O governador Wellington Dias (PT-PI) comentou sobre o relatório e comemorou sobre a redução de mortes violentas intencionais em Teresina, que caiu 45,74% de 2014 a 2019. Em 2014, foram registrados 446 homicídios em Teresina, já em 2019 o número foi reduzido para 242. Na capital,  27% das mortes violentas intencionais foram registradas na zona Sul. As zonas Leste e Norte aparecem empatadas com 24% dos registros. O instrumento mais utilizado nos crimes foi arma de fogo, percentual de 73, 53%. Com relação ao gênero, 94,62% das mortes foram de homens e 5,38% de mulheres. 

"Recebi o relatório da Secretaria de Segurança e ela traz bons números. Quero parabenizar todas as nossas equipes, a Polícia Militar, Civil, delegados, Inteligência... tivemos um grande sucesso em Teresina durante esses últimos anos do nosso mandato, que houve redução de uma taxa de 47% na taxa de homicídio [...] agradecer o secretário Fábio Abreu, que nos coloca como referência na melhor posição dentro do Nordeste e uma das melhores do Brasil. Vamos trabalhar mais agora em 2020!", comenta Wellington Dias.

Confira o vídeo em que o governador fala sobre Anuário 2019:

Para o Secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu Costa, o relatório demonstra uma tendência de redução da violência no Piauí. "Nós reduzimos de forma recorde os índices de Teresina, mantemos a tendência de redução da violência. Apresentamos aqui dados que não são demonstrados no Anuário Nacional, por que queremos trabalhar em cima daquilo que mais o cidadão reclama, planejando ações junto aos comandantes e delegados para 2020. Esse ano, sem dúvidas, teremos muito mais redução e controle, por que faremos mais ações de combate, com compra de novos equipamentos, mais estrutura, mais efetivo com novos concursos".

Confira o relatório completo!

Próxima notícia

Dê sua opinião: